Depressão

A depressão não é uma tristeza passageira, é uma doença psiquiátrica séria e crônica, tão biológica quanto o diabetes ou a hipertensão. Muitas vezes é pior, já que pode desencadear pensamentos suicidas. Seus sintomas psicológicos são muitos como alteração de humor, tristeza profunda e sem fim, desespero, pessimismo, redução da memória e da concentração, pensamento lento, incapacidade de sentir prazer e desânimo. Além disso, as pessoas deprimidas experimentam sintomas físicos como dores psíquicas, cansaço permanente, perda de energia, alterações no sono e no apetite, redução do interesse sexual e sentimentos de amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa.

O distúrbio emocional causado pela depressão é diferente da tristeza transitória sentida em decorrência de acontecimentos cotidianos como perda de emprego, desilusão amorosa, dificuldades financeiras, entre outras causas. Normalmente as pessoas sofrem e ficam tristes, mas superam após certo tempo. Na depressão isso não acontece e a tristeza persiste por dias, meses e até anos, variando de intensidade entre leve, moderada e grave. Ela também pode acompanhar outras doenças como abstinência de drogas, síndrome do pânico, transtorno bipolar, transtorno do déficit de atenção, alterações da tireóide, doença de Parkinson, uso de outros medicamentos, e também algumas fases da vida como o pós-parto ou a idade avançada.

A depressão é uma doença oculta, que não aparece no exame físico, e alguns pacientes acreditam que não estão doentes e podem sair desta situação sem ajuda. Uma atitude positiva diante da doença é excelente mas não procurar ajuda é o pior que pode acontecer. A incompreensão dos familiares e amigos também agrava ainda mais o sofrimento. O deprimido precisa buscar apoio psiquiátrico para melhorar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *